André Marques, o próprio.

André Marques, o próprio.
André Marques, o próprio.

terça-feira, 25 de março de 2014

Fica só um minuto

Fica quieto. Dá-me só a mão. Fecha os olhos. E sente-me por inteiro. Não estranhes, acredita. Como se fossemos um só. Como se fossemos não! Somos mesmo. Eu e tu. Um agora que é todo o sempre.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Google+ Followers